Aula de Cross na CF Syna

Atualizado: 1 de Ago de 2019

Cross, Crosstraining, MMT entre outros. É uma modalidade desportiva originada da mistura de diversas outras modalidades e diferentes programas de treinamento físico.



O Cross utiliza-se de uma mistura de exercícios provindos principalmente das seguintes modalidades: calistenia, levantamento de peso olímpico, levantamento de peso básico (powerlifting), ginástica olímpica, atletismo, strongman, entre outras. Esses exercícios são prescritos usando diversos protocolos de treinamento e periodizações comuns ao treinamento intervalado de alta intensidade, treinamento de resistência, treinamento de força, treinamento de potência, entre outros. Atualmente, diversas empresas promovem cursos de formação e capacitação para professores que tenham interesse em trabalhar com a modalidade. As principais empresas no mundo são a CrossFit Inc. (crossfit.com) , Opex Fitness (opexfit.com), a Brand X Method (thebrandxmethod.com). Cada empresa tem sua própria metodologia, embora todas elas usem como base o conhecimento do treinamento desportivo.



O Cross para melhoria do condicionamento físico geral ou saúde é antigo. No formato de academias com aulas em grupo, como está popular nos dias de hoje, ele vem sendo aplicado desde meados do sec. XIX.[6] Destaque para o Le Grand Gymnase, academia aberta em 1840 por Hyppolyte Triat, em Bruxelas. Nesse sentido, o Cross pode ser praticado por qualquer pessoa independente da idade, condicionamento físico e possíveis limitações.

Embora possam existir diferentes maneiras de treinar Cross, o treino padrão de Cross em uma Box (local onde se treina) para a melhora do condicionamento físico geral é dividido em quatro etapas: aquecimento, técnica, treino de condicionamento metabólico ("MetCon") e recuperação. Uma boa seção de aquecimento prepara física e mentalmente os praticantes para o treino causando um aumento do fluxo sanguíneo para os músculos, da temperatura corporal, das reações metabólicas e da amplitude de movimento. A etapa técnica do treino visa o aprendizado ou aperfeiçoamento das técnicas utilizadas no esporte e/ou um momento para ser desenvolvido um trabalho específico para ganho de força e/ou potência. Teorias do treinamento de força são utilizadas para periodizar essa seção do treinamento. Tensões musculares máximas são geradas em diferentes seções a partir de três diferentes métodos: método de esforço máximo, método de esforço repetitivo e método de esforço dinâmico. A terceira etapa normalmente consiste na realização de uma sequência, muitas vezes inédita, de um ou mais exercícios realizados em na maioria das vezes em alta intensidade. Nessa etapa chamada popularmente de MetCon (Metabolic Conditioning) ou WOD (work out of the day) o número de exercícios, o numero de séries, o número de repetições, e o tempo de descanso variam de treino para treino, que pode ser realizado sozinho, em duplas ou até em grupos. Treinos são determinados ou mantendo fixo o número total de repetições e os participantes tentam completar a tarefa no menor tempo possível, ou mantendo fixa a duração da atividade e os participantes tentam completar o maior número de repetições possíveis. Três tipos de treinamento são comuns nessa etapa da aula: treino de esforço máximo, treino intervalado, e treino de endurance. A última etapa do treino consiste em um trabalho específico de recuperação muscular e/ou um trabalho de flexibilidade.

Enfim, de maneira geral, no Cross para saúde, os treinos visam desenvolver as capacidades físicas dos atletas como um todo e não apenas em uma especialidade. É comum observar em uma aula de Cross corridas conjugadas com exercícios de levantamento de peso e ginástica.


140 visualizações